Alunos deixam a barba e o cabelo crescerem para vídeos do Livro de Mórmon

222

Tradução e áudio: Karol Fialho

 

Christina Torriente-Robey, centro, um dos três diretores para a segunda temporada do projeto Biblioteca de Vídeos do Livro de Mórmon, dirigi uma cena no set perto de Springville, Utah no dia 13 de junho. (mormonnewsroom.org)

Jacob Jefferies, um calouro da BYU, exibe seu cabelo grande no campus. Escolhido como um time de fundo para o Projeto da Biblioteca Visual do Livro de Mórmon. Ele recebeu uma dispensa para deixar o cabelo crescer até dezembro de 2020. (Sam Bigelow)

Estudantes da BYU estão desempenhando um papel muito significativo na produção das séries dos vídeos do Livro de Mórmon em um projeto que começou em 2011 com uma série de vídeos do Novo Testamento.

A Autoridade Geral dos 70, Elder LeGrand R. Curtis, está no comitê de direção do projeto. “O que estamos produzindo por meio dos vídeos e das imagens estáticas que estão sendo gravados são ferramentas que podem ser usadas para ajudar na apresentação do Livro de Mórmon para as pessoas.”

O terceiro ano de filmagens começará na primavera de 2019, e foi pedido aos alunos en

volvidos no projeto que parassem imediatamente de cortar o cabelo para manter a essência histórica dos personagens do Livro de Mórmon como Néfi, por exemplo.

O calouro da BYU, Jacob Jefferies, foi selecionado como figurante para as filmagens e recebeu a dispensa para deixar o cabelo crescer até dezembro de 2020. Anteriormente, Jefferies tinha cabelo longo no Ensino Médio, mas dessa vez está animado para deixá-lo crescer por uma boa causa.

“No Ensino Médio, eu serviria com o time de futebol americano fazendo coisas que eram de trabalho mais intenso, mas como um membro do elenco dos filmes do Livro de Mórmon estou animado para servir de uma nova forma”, ele disse. Jefferies disse que está ansioso para começar a filmar e já gostou da sua nova caminhada como membro do elenco.

“Eu comecei o processo de aplicação no verão e quanto mais eu me envolvia, mais eu encontrava alegria em atuar para os filmes da Igreja,” ele disse.

De acordo com a carta de elenco da LDS Motion Picture Studio, foi pedido àqueles que atuam nos filmes que mantivessem uma atividade física e um estilo de vida saudável, lessem o Livro de Mórmon diariamente e “considerassem o estilo de vida daqueles que viveram na época do Livro de Mórmon”.

A professora de ciência de alimentos da BYU, Laura Jefferies, expressou sua emoção por ter seu filho, Jacob, envolvido nas filmagens. Ela incentivou os estudantes da BYU a compreenderem as dispensas de barba e comprimento do cabelo que foram estendidas a esses alunos.

“O Padrão de Vestimenta e Aparência da BYU é um modelo visual da cultura do campus. Sem um contexto, esses alunos podem ser vistos como desobedientes ou rebeldes quando, na verdade, eles estão se preparando para compartilhar as histórias mais importantes já registradas”, ela disse. “Estou emocionada porque eles têm essa oportunidade única na vida.”

A porta-voz da BYU, Carri Jenkins, disse que receber as exceções de barba ou de comprimento do cabelo não é completamente desconhecido na BYU. “Há três razões que essas exceções podem ser consideradas pela universidade”, disse ela.

“Um aluno pode pedir uma dispensa de barba, ou comprimento de cabelo, por razões médicas aprovadas, produções teatrais de curto prazo aprovadas e prática e observância religiosa”, disse Jenkins.

Produções teatrais reconhecidas pela Universidade “são limitadas a produções no campus e produções para a A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias”, de acordo com Jenkins.

A proximidade da BYU com os locais de filmagem na área de Springville fazem dos alunos elemento importante do elenco para o projeto, parecido com a dispensa de barba dos alunos da BYU que atuaram nos Vídeos Bíblicos da Vida de Jesus Cristo filmados alguns anos atrás.

Garth Lee, aluno da BYU, esteve no elenco nos filmes do Livro de Mórmon como figurante e disse que foi inspirado a participar quando estava deixando seu cabelo e barba crescerem durante o verão.

Depois de enviar sua foto para os filmes SUD, foi-lhe dado o papel e disse que está ansioso para participar e fortalecer seu testemunho.

“Eu vi isso como uma oportunidade para fortalecer meu testemunho do Livro de Mórmon por “viver” as histórias que eu tenho lido minha vida inteira”, ele disse.

De acordo com Lee, os novos filmes do Livro de Mórmon proverão mais oportunidades para o trabalho missionário e ensino na Igreja.

“A importância da leitura do Livro de Mórmon e ganhar testemunho dele por meio desses veículos não diminuiu, mas os filmes do Livro de Mórmon têm o potencial de atingir aqueles que não estão cientes da realidade e veracidade do Livro de Mórmon e despertar um interesse de uma maneira que não era possível antes”, disse ele.

Os vídeos estarão disponíveis no Vídeos do Livro de Mórmon no canal do YouTube, de acordo com Mormon Newsroom. Eles também estarão disponíveis no Mormon Channel, LDS.org e outras aplicações da Biblioteca do Evangelho.

Print Friendly, PDF & Email