Dylan Collie regressa á equipa de futebol da BYU

349

Tradução João Teles Grilo

Voz Ruth Baptista

BYU Photo
Dylan Collie irá regressar á BYU depois de jogar no Havaí. Collie poderá contribuir mais cedo para o grupo de wide receiver (recebedores). (BYU Photo)

Dylan Collie está de volta a casa para a sua última época elegivel depois de jogar pela Universidade de Havaí nas últimas duas temporadas.

O Californiano não foi utilizado pela BYU durante a época de estreia em 2012 antes de servir uma missão pela igreja SUD. Depois regressar a casa tomou a decisão de transferir para a Universidade do Havaí onde teve um grande impacto nos últimos três anos. Collie é um wide receiver(recebedor) e foi um dos jogadores mais produtivos da equipa.

“Eu adorei o meu tempo na Universidade do Havaí. Foi um tempo em que cresci como homem e jogador de futebol,” disse Collie. “Deu-me a oportunidade de mostrar o meu talento a todos.”

Collie anunciou a sua decisão de transferir para a BYU via Twitter em Março depois de oficialmente comunicado a sua transferência no dia 16 de Janeiro. Ele irá ser elegivel para jogar pelos Cougars imediatamente.

“O meu objetivo principal é jogar a nivel mais acima e senti que deixar o Havaí era algo que eu precisava de fazer para proporcionar-me a melhor oportunidade de jogar na NFL,” disse Collie. “A BYU é o lugar onde eu sinto que posso subir para esse nível.”

O nome Collie é bem conhecido entre os fãs dos Cougars. O pai de Collie, Scott, e seus irmãos, Austin e Zac, também vestiram a camisa dos Cougars no passado. No entanto, isso não teve influência na sua decisão de voltar aos Cougars para a sua útima temporada assim como tampouco afetou a sua decisão de deixar o Havaí em primeiro lugar.

“A minha família não me disse para transferir. Quando decidi transferir a minha família foi muito importante e apoiou-me durante o processo de ir para a universidade que me ajudará mais,” disse Collie.  

Ele espera deixar o seu nome enquanto continua o legado que a sua família deixou. Collie regressou a Provo para começar a treinar com a equipa e adaptação ao programa de futebol. Sair de um lugar como o Havaí para a uma cidade montanhosa como Provo tem realmente sido uma verdadeira mudança.

“Eu amei o Havaí. Com isso ditto, a transição tem sido leve,” disse Collie. “Eu tenho família e muitos bons amigos aqui e isso facilita. Eu já estou familiarizado com a BYU, então a parte díficil será o tempo no inverno.”

Ao entrar na época de 2018 a equipa de ataque da BYU procura melhorar o seu jogo e tornar-se uma força a abater no Oeste. Collie poderá oferecer o que a equipa necessita.

Durante a prolífica época como júnior, Collie terminou com 56 recepções, 636 jardas percorridas e 4 touchdowns, número que teriam carregado a BYU na sua época em 2017. Nos seus três anos a jogar pela Universidade do Havaí, Collie somou 118 receções, 1300 jardas percorridas e 9 touchdowns.

Sem nenhum jogador com o lugar garantido na dianteira da posição de wide receiver, o regresso de Collie à BYU dá-lhe a oportunidade de solidificar o seu lugar durante o estágio para o Outono. Com a sua alta produtividade na Universidade do Havaí, Colle tem sem dúvida o potencial de ter impacto no ataque da BYU e trazer mais talento ás tropas dos recebedores.

“Eu trago muita paixão ao jogo e tenho experiência,” disse Collie quando perguntado sobre o impacto que pensa que pode fazer no jogo ofensivo da BYU. “Eu espero fazer a diferença no ataque sendo um líder demonstrando-o dentro e fora de campo.”

OS fãs e colegas de equipa também estão animados por ver o que Collie pode dar à equipa. Há medida que a época se aproxima, Collie está cada vez mais pronto. Ele irá juntar-se a um grupo notável de jogadores que regressam como Aleva Hifo, Neil Pau’u, Talon Shumway e Micah Simon assim como os caloiros Brayden Cosper e Gunner Romney.

“Eu penso que Collie traz consigo um conhecimento de veterano depois de jogar no Havaí e é capaz de entender os conceitos e ler as jogadas da defesa,” disse o companheiro Neil Pau’u. “O seu irmão jogou na NFL e isso também ajuda.”

Depois de Collie anunciar a sua transferência para a BYU o seu irmão Austin Collie, que é um ex-wide receiver dos Indianapolis Colts, expressou o seu entusiasmo sobre a notícia no Twitter.

Os homens da família Collie deixaram sem dúvida a sua marca no futebol da BYU ao longo dos anos. Collie espera fazer o mesmo ao voltar a casa em Provo.

“Eu quero fazer parte do legado que o programa de futebol da BYU tem,” disse Collie. “É uma honra e tradição na minha família de jogar pela BYU e mal posso esperar pela minha vez.”

Print Friendly, PDF & Email