Warriors são pioneiros na Major League Rugby em Utah

356

Tradução e voz por João Teles Grilo

Para motivar uma equipa repleta de grande atletas americanos, jogadores retirados da NFL e alumni da BYU, a mais recente equipa profissional de rugby de Utah, os Utah Warriors com 3 derrotas e 6 vitórias até ao momento interagiram com os locais no evento “Pies and Tries” no dia 6 de Junho em Lehi.

Em conjunto com outras seis equipas em toda a nação, os Warriors são pioneiros na Major League Rubgy. (MLR)

Um inquérito realizado em 2010 pela Associação Nacional de Manufaturação de Artigos Desportivos revelou que o rugby é o desporto com o crescimento mais rápido nos Estados Unidos da América. Com a recente criação da Major League Rugby nos Estados Unidos, este evento criou um senso de comunidade resultante de os Warriors se terem juntado para comer tartes tradicionais da Nova Zelândia e ensinar os truques do rugby aos locais.

Josh Ellis
Kenny Scott, Treinador Alf Daniels e Alex Tucci posam para a foto com Marcus Bates no evento “Pies and Tries” dos Warriors no dia 6 de Junho de 2018. Mais de 500 pessoas participaram do evento em Lehi, Utah, que foi realizado durante a semana de descanso. (Josh Ellis)

Depois das captações no último Outono, a equipa liderada pelo treinador Alf Daniels começou esta temporada no dia 30 de Março.

Daniels que é nativo da Nova Zelandia conta com 30 anos de experiencia enquanto treinador e recebeu o prémio de Treinador do Ano por parte de Rugby Waikato da Nova Zelandia em 2016. Ele disse que pessoalmente lidera os seus jogadores com um estilo tecnico relaxado.

“O meu estilo é provavelmente mais relaxado porque eu quero ajudá-los a perceber o que estão a fazer e o porquê dos erros acontecerem,” disse Daniels. “Dessa maneira eles podem estar conscientes quando entram em campo e corrigir as coisas mais facilmente para melhor ajudar a equipa.”

Ao deixar para trás o país natal que trata o “rugby como religião” Daniels aproveitou a oportunidade de ser um treinador fundador na Major League Rugby. Daniels mudou-se para Utah em Janeiro para preparar a sua equipa para os 11 jogos da época. Com apenas duas partidas para terminar a época regular ele comentou acerca do progresso da sua equipa nos ultimos cinco meses.

“Existem dois lados para analisar,” disse Daniels. “Se olharmos para o registo de vitórias e derrotas então estamos em desvantagem mas se analisarmos o crescimento e desenvolvimento da equipa e o progresso que fizeram semana após semana então veremos que estão a ser excecionais.”

Daniels estabeleceu o sentimento de familia entre os jogadores que vem de vários contextos.

Ao contrário da maioria dos seus companheiros de equipa que começaram a jogar rugby desde infantis nas Ilhas Fiji e no Tonga, o nativo de Dallas que joga na posição de oitavo e asa, Kenny Scott, descobriu a paixão e habilidade natural pelo rugby enquanto frequentava a Universidade do Estado de Kansas.

“Nunca na minha vida pensei que seria jogaria como professional,” disse Scott. “Mas sempre fui conhecido por ser ter velocidade, portanto sou uma praga pelo que parece.”

O seu começo tardio não foi um problema, tornando-se rapidamente assim o capitão da equipa de 7 dos Kansas City Blues.

“O lema da nossa equipa nesta temporada é ‘permanecer juntos, permanecer como um,” disse Scott. “Decidimos que no inicio da temporada nós seriamos uma irmandade e que nos protegeríamos uns aos outros.”

Os irmãos gémeos Jared e Joshua Whippy são os favoritos entre os fãs dos Cougar tendo recentemente licenciado pela BYU. Eles estão familiarizados com a ideia de que a equipa é uma irmandade e carregaram os seus títulos de campeões nacionais assim como as suas memórias com eles quando foram recrutados pelos Warriors.

“Eu tenho de agradecer aos treinadores da BYU por me possibilitarem frequenter a universidade aí,” disse Jared Whippy. “Aí eu conheci a minha esposa, e sou grato por todas as lições e vida que aprendi na BYU.”

Durante esta mudança de vida, Jared Whippy comentou acerca da inesperada e fácil transição.

“O que mais gostei da BYU foi a nossa equipa e os laços que tinhamos uns com os outros,” disse Jared Whippy. “E aqui é o mesmo. Contudo a maior diferença é o nível de jogo entre a universidade e o profissional, pois é maior.”

Apesar de serem mais-valias para a equipa, os irmãos sofreram ambos fraturas nas pernas e estarão em recuperação até á próxima temporada.

Os Warriors receberam ajuda nesta temporada ao contratarem recentemente Kurt Morath que joga como meio e tem mais de 1,80metros. Ele é o melhor marcador de sempre da equipa nacional do Tonga.

“Eu já vi grandes coisas acontecerem em Utah,” disse Morath quando se juntou à equipa em Abril. “A comunidade local tem demonstrado um grande apoio e a energia é absolutamente eletrizante. Eu estou animado para trabalhar duro com os meus companheiros e providenciar um rubgy emocionante para a nação Warrior.”

Com apenas dois jogos em casa por realizar nesta temporada a equipa espera qualificar-se para as semi-finais no dia 30 de Junho em Glendale, Colorado.

Os Warriors irão enfrentar NOLA Gold em casa no dia 16 de Junho no próximo jogo. Visite o site oficial da equipa para encontrar descontos nos bilhetes para os jovens, militares, seniores e famílias.

Print Friendly, PDF & Email