Utah nomeado ‘estado mais caridoso’

363

Tradução e voz por Carolina Balaia Costa

Utahns lideram a nação em ambos tempo e dinheiro contribuídos em serviço, de acordo com a um recente relatório de Impacto publicado pela Cicero Social.

“O Estado Doador,” um relatório de pesquisa publicado em 2017 pela Cicero Social Impact, descreve Utah como o estado mais generoso na nação.

Muitas organizações contribuem para este resultado. Por exemplo, o programa Y-Serve da BYU ensina os estudantes a como satisfazer as necessidades dos outros ao invés de só ensinar como completar um projeto. O tipo de serviço que o Y-Serve oferece leva ao serviço ao longo da vida.

“Uma das coisas interessantes é que muitas escolas têm centros de aprendizagem de serviço, mas o nosso é um dos maiores na nação,” diz Lauren Holbrook, diretora executiva de eventos de marketing para o Y-Serve. “É um esforço enorme realizado por estudantes da BYU que querem estar envolvidos e retribuir.”

Um dos objetivos essenciais da BYU para os seus estudantes é promover “aprendizagem e serviço para toda a vida.” O Y-Serve facilita isto ao promover projetos de serviço no campus e por toda a área.

Holbrook diz que o propósito do Y-Serve é levar os estudantes para fora do campus e a preencher necessidades reais na comunidade. Ela diz que se os estudantes conseguirem unir-se com uma entidade sem fins lucrativos fora do campus, podem usar essas mesmas ligações para continuar o seu padrão de retribuição á comunidade depois da sua formatura.

“O Y-Serve essencialmente prepara as pessoas para saberem como servir no mundo real,” diz Holbrook. Os esforços do Y-Serve estão a ajudar criar a cultura descrita pelo relatório de Impacto Social da Cícero. O relatório mostra que o motivo primário de 92 por cento dos inquiridos de Utah é “fazer uma diferença.” Atrás destes, o relatório mostra que 87 por cento dos inquiridos responderam que querem “retribuir.” As motivações seguintes, de acordo com o estudo, são benefícios fiscais e crenças religiosas, a 30 por cento e 29 por cento respetivamente.

Holbrook diz que os estudantes estão dispostos a servir porque a cultura SUD promove o serviço desde uma tenra idade. Este facto dá suporte ás conclusões do estudo que mostra que os inquiridos Mórmons doam duas vezes mais do que os seus equivalentes não-Mórmons e que 58 por cento dos inquiridos estão a doar a organizações religiosas.

Chris Crippen, Diretor de Executivo do Y-Serve diz que a categoria maior dos programas do Y-Serve tem a ver com servir como mentores e educação. Ele diz que os voluntários tentam elevar aqueles com quem trabalham. “Os nossos voluntários saiem para servir e consequentemente sentem-se eles mesmos servidos,” diz Crippen. “Sejamos honestos, as amizades que se formam são, em si, o verdadeiro serviço.”

O Y-Serve tem 70 programas atualmente em funcionamento, cobrindo categorias desde encontros para prestar serviço a limpeza das comunidades. Para mais informação em como se envolver, visite o website do Y-Serve. Para ler “ O Estado Doador,” visite o artigo no website do Impacto Social da Cicero (article on the Cicero Social Impact website).

 

 

Print Friendly, PDF & Email