Aposta-se nos jogos em Utah? Jamais

387

Tradução e revisão Alex Donner e André Alves
Voz Alex Donnert

No dia 14 de maio, a Suprema Corte dos E.U. decidiu rescindir uma lei federal, a qual proibiu apostas esportivas fora do estado de Nevada, e permitir que os estados individualmente elejam os horarios e o modo de cada esporte.

Porém, segundo os funcionários do estado, não vá de imediato apostar na equipe de Utah Jazz, Real Salt Lake nem qualquer outro evento esportivo.

“Governador (Gary) Herbert aprecia a reafirmação da Suprema Corte dos direitos dos estados de regular apostas por dentro de suas fronteiras, um direito que Utah exercerá por continuar a proibir apostas por dentro de nosso estado”, falou Paul Edwards, o porta-voz do Gov. Herbert.

Apostar é ilegal em Utah e classificado como uma contravenção de classe B. A proibição de apostar por meio da internet foi adicionado ao código do estado em 2012.

Sen. Orrin Hatch, R-Utah, ao qual foi um patrocinador original do Ato Protetivo de Esportes Profissionais e Amadores de 1992 foi rescindido pela Suprema Corte. Ele falou que planeja introduzir novas legislações federais nestas semanas próximas.

“Os problemas decorridos de apostas esportivas sao os mesmos de 25 anos atrás”, falou Hatch durante um comunicado de imprensa. “Todavia o crescimento rápido da internet significa que apostas esportivas agora somente levam um clique do mouse. Não podemos mais permitir que esta prática prolifere entre aplicação desigual. Isto soloca a integridade de esportes em risco”.

A Associação Americana de Apostas estima a mais que US$150 bilhões sao apostados ilegalmente em eventos esportivos dos E.U. todo ano.

Até agora neste ano, estima-se que US$15 bilhões foram apostados no Super Bowl e basquete masculino da NCAA e estima-se mais 97% das apostas foram ilegais.

A Associação Americana de Apostas também falou que manipulação de resultados é mais difícil de perceber fora do sistema legal de apostar.

Da Nova Jersey até a Suprema Corte dos E.U. o caso judicial original iniciou depois que Nova Jersey aprovou um projeto de lei em 2012 permitindo as apostas esportivas.

A NCAA e mais três organizações de esportes profissionais entraram em ação judicial, alegando que a nova lei violou o Ato Protetivo de Esportes Profissionais e Amadores.

O estado respondeu por dizer que possuía direitos soberanos de mudar seu estatuto e de promulgar leis, que assim fez em 2012 e 2014.

Depois de cortes federais decidirem a favor da NCAA e das ligas esportivas, a Suprema Corte votou 6-3 a favor de rescindir a legislação de 1992.

A opinião da Suprema Corte, escrita pelo Juiz Samuel Alito, diz: “a assembleia legislativa pode regular apostas esportivas diretamente, e todo estado é livre para eleger por si”.

Para Utah, isso significa que apostar ainda fica ilegal e que aqueles querendo apostar legalmente devem prosseguir até Nevada. Contudo, Colorado, Arizona, Idaho e Wyoming decidem em seu modo de adotar a legislação sobre apostas esportivas.

Print Friendly, PDF & Email